Os 5 Maiores Erros ao Escrever em Espanhol

¡Hola!

Todo mundo sabe que existem algumas semelhanças entre a língua portuguesa e a espanhola, mas devemos ter muito cuidado para não nos confundirmos a na hora de escrever em espanhol. Embora algumas palavras sejam bem parecidas, existem alguns detalhes que devemos prestar atenção para não errar.

Por isso, separei nesse post os cinco erros mais comuns na hora de escrever em espanhol.

 

Os 5 Maiores Erros ao Escrever em Espanhol

1 – Escrever as palavras com “SS”:

      Por mais que o “S” de uma palavra tenha um som forte e se pareça com o nosso “SS” em português, no espanhol não existem palavras com essa letra dobrada.

     Exemplos:

  • Passado (errado) – Pasado (correto)
  • Processo (errado) – Proceso (correto)
  • Professor (errado) – Profesor (correto)

 

2 – Palavras terminadas em “dade”:  

      Muitas vezes usamos palavras terminadas em “dade” em português e quando traduzimos para o espanhol, acabamos mantendo essa terminação, o que não é correto. 

     Exemplos:

  • Comunidade (errado) – Comunidad (correto)
  • Oportunidade (errado) – Oportunidad (correto)
  • Nacionalidade (errado) – Nacionalidad (correto)

Dica: na hora de falar, o “d” nessas palavras é mudo, então não devemos pronunciar “dade”.

3 – Uso do “qua”, “que” e “quo” no lugar de “cua”, “cue” e “cuo”:

Embora a pronúncia de algumas palavras seja parecida, a escrita é bem diferente.

     Exemplos:

  • Quando (errado) – Cuando (correto)
  • Quantos (errado) – Cuantos (correto)
  • Quadricular (errado) – Cuadricular (correto)
  • Quarenta (errado) – Cuarenta (correto)
  • Questionar (errado) – Cuestionar (correto)
  • Questão (errado) – Cuestión (correto)
  • Quota (errado) – Cuota (correto)

 

4 – Palavras que em português terminam em “M”:

      Esse é um erro muito comum, uma vez que não existem palavras originárias do espanhol que terminem com a letra “m”. Mesmo que o termo seja parecido com o português, ele deve sempre ser escrito com “n”, exceto em casos que a palavra tem origem no latim, como é o caso de curriculum.

     Exemplos:

    • Trabajan (trabalham)
    • Nación (nação)
    • Marrón (marrom)
    • Estación (estação)
    • También (também)
    • Con (com)

 

5 – Colocar ditongo onde não existe:

      Ditongo é o encontro de duas vogais em uma mesma sílaba e que pronunciamos de uma vez só. Um outro erro bastante comum é colocar ditongos em palavras em espanhol que não precisam deles. Não é porque “corpo” se diz “cuerpo” e “conta” se diz “cuenta” que tudo o que tem “co” em português, ficará “cue” em espanhol.

     Exemplos:

  • Eu peço – Yo pido (correto)
    •      Piedo (errado)
  • Outubro – Octubre (correto)
    •      Octuebre (errado)
  • Eu dependo – Yo dependo (correto)
    •       Depiendo (errado)

 

Bom, vamos resumir! Não use duas letras “S” em espanhol e nem termine as palavras com “M”, pois as duas coisas não existem na língua. Cuidado com ditongos onde não existem (piedo ao invés de pido) na hora de traduzir, nas palavras que terminam com “dade” e que começam com “qua”, “que” e “quo”.
     

Então é isso pessoal, espero que você tenha gostado e aprendido com esse artigo.

E se vocês vocês gostaram deixem um comentário dizendo o que acharam e quais as suas dúvidas. 

E baixe AGORA o nosso EBOOK: Os 7 Erros Mais Comuns dos Brasileiros ao Falar Espanhol.

Mas não pare por aqui! Se você gostou deste conteúdo poderá ver mais dicas na nossa página do FacebookE se inscreva no nosso canal do Youtube.

Até a próxima!

 

 

 

Os erros mais comuns na hora de usar Mucho e o Muy

¡Hola!

Eu sempre vejo as pessoas confundindo e usando a palavra Mucho errado. Então no post de hoje eu vou ensinar os principais erros cometidos e a diferença entre Mucho e Muy. Então vamos lá:

Os erros mais comuns na hora de usar Mucho e o Muy

O Mucho ao contrário do Muy é variável, ou seja, muda conforme o número e o gênero da palavra a que se refere.

O Mucho é um adjetivo que se refere a um substantivo e tem a função de dar ênfase no substantivo. Deverá ser inserido na frase de acordo com o gênero e número do substantivo em questão.

O seu uso deverá ser antes do substantivo.

 

       Exemplos:

  •        Tengo mucho trabajo en la oficina hoy. (Tenho muito trabalho no escritório hoje)
  •        Mi madre tiene muchos collares. (Minha mãe tem muitos colares)
  •        Hay mucha comida en este almuerzo. (Há muita comida neste almoço)
  •        Tengo muchas amigas. (Tenho muitas amigas)

Dica: perceba que o Mucho mudou de gênero e número conforme o substantivo que veio a seguir.

 

Mucho depois de verbo

 

O Mucho também poderá ser utilizado após um verbo, funcionando como um advérbio que se refere ao verbo.

Atenção: nesse caso o Mucho não será variável.  

       Exemplos:

       Siempre como mucho. (Sempre como muito)

       Te quiero mucho. (Te amo muito)

       He trabajado mucho esta semana. (Trabalhei muito/tenho trabalhado muito esta semana)

       Tengo mucho que hacer. (Tenho muito a fazer)

 

Muy e Mucho na mesma frase

 

Também pode-se utilizar na mesma frase o Muy e o Mucho.

 

       Exemplos:

  •        Tengo muchos amigos y son todos muy amables. (Tenho muitos amigos e são todos muitos queridos/adoráveis)

Perceba que nesse exemplo utilizamos primeiro o Mucho porque em seguida encontramos um substantivo (amigos). Já na segunda parte do exemplo usamos o Muy pois em seguida utilizamos um adjetivo (amables).

  •         ¡Esta casa es muy cómoda, quiero mucho vivir aquí! (Esta casa é muito confortável, quero muito morar aqui!)

Nesse exemplo utilizamos primeiro o Muy pois precede um adjetivo (cómoda), em seguida utilizamos o Mucho pois vem após um verbo (quero).

 

Alguns detalhes importantes

1 – Quando precisamos aumentar a ênfase ao Mucho não podemos utilizar o Muy, e para este caso temos um aumentativo específico, o MUCHÍSIMO. que é variável.

       Exemplos:

  •        ¡Te quiero muchísimo¡ (Te amo MUITO)
  •        El candidato ya tiene muchísimos votos. (O candidato já tem muitos votos)
  •        Ella tiene muchísima hambre. (Ela está com muita fome)
  •        Tengo muchísimas cosas que hacer mañana. (Tenho muitas coisas para fazer amanhã)

2 – Como toda regra tem exceção, aqui também encontramos algumas. São os casos de quando pensamos que seria utilizado o Muy, mas o correto na verdade é a utilização do Mucho. Como são exceções, elas não seguem as regras estudadas acima. São os seguintes casos:

  •        MUCHO antes – MUCHO después
  •        MUCHO mayor – MUCHO menor
  •        MUCHO más – MUCHO menos
  •        MUCHO mejor – MUCHO peor

3 – Observe essa frase:

  • Mucho me alegro.

Nessa frase talvez você pode ficar em dúvida se o correto seria o Muy ou o Mucho, já que “__ me alegro” não se encaixa em nenhuma regra. Para nos ajudar a descobrir qual devemos utilizar e não errarmos mais, precisamos formulá-la em outra ordem na nossa cabeça, como:

  • Me alegro mucho.

Dessa forma fica mais claro que o Mucho é utilizado após o uso do verbo (alegro). Portanto temos que usar o Mucho e não o Muy, conforme estudado nas regras acima.

 

Entendido? Espero que tenha ficado claro para você e que a partir de agora não erre mais na hora de usar o Muy e o Mucho.

Então é isso pessoal, espero que você tenha gostado e aprendido com esse artigo.

E se vocês vocês gostaram deixem um comentário dizendo o que acharam e quais as suas dúvidas. 

E baixe AGORA o nosso EBOOK: Os 7 Erros Mais Comuns dos Brasileiros ao Falar Espanhol.

Mas não pare por aqui! Se você gostou deste conteúdo poderá ver mais dicas na nossa página do FacebookE se inscreva no nosso canal do Youtube.

Até a próxima!

https://youtu.be/WebetApgtc4

Os 5 Maiores Erros na Hora de Estudar Espanhol

¡Hola!

O aprendizado de um novo idioma envolve uma série de fatores: tempo, dedicação, métodos de estudo, acesso aos conteúdos, imersão na nova língua e muitos outros. Mas existem algumas coisas que fazemos na hora de estudar que podem dificultar ou até mesmo atrapalhar o avanço na fluência em alguma linguagem.

Por isso, eu separei hoje 5 erros muito comuns na hora de estudar espanhol.

Assista ao Vídeo:

Os 5 Maiores Erros na Hora de Estudar Espanhol

Então é isso pessoal, espero que você tenha gostado e aprendido com esse artigo.

E se vocês vocês gostaram deixem um comentário dizendo o que acharam e quais as suas dúvidas. 

E baixe AGORA o nosso EBOOK: Os 7 Erros Mais Comuns dos Brasileiros ao Falar Espanhol.

Mas não pare por aqui! Se você gostou deste conteúdo poderá ver mais dicas na nossa página do FacebookE se inscreva no nosso canal do Youtube.

Até a próxima!